Blog

Tempest
Trends

                     

Protegendo sua empresa contra o Ransomware: estratégias de cibersegurança para 2024
24-02-26
por Leonardo Carvalho

Protegendo sua empresa contra o Ransomware: estratégias de cibersegurança para 2024

O Ransomware é uma forma de malware que tem se tornado uma ameaça cada vez mais presente no mundo digital. Trata-se de um tipo de ataque cibernético no qual os criminosos bloqueiam o acesso a arquivos e sistemas, exigindo um resgate em dinheiro para liberá-los. Empresas de todos os tamanhos são alvos desse tipo de ataque, e as consequências podem ser devastadoras.

O impacto do ransomware em uma empresa é imediato. Quando os sistemas são bloqueados, as operações são interrompidas e a produtividade é comprometida. Além disso, a perda de dados sensíveis pode levar a sérios problemas de conformidade e prejudicar a reputação da empresa. Portanto, é essencial que as organizações estejam preparadas para enfrentar essa ameaça e fortalecer sua defesa cibernética.

Um estudo recente da Check Point aponta que 2023 foi “o ano dos mega-ataques de ransomware”. O ano registrou aumento de 33% no número de ataques em relação a 2022. Na média global foram registrados 1158 ataques por semana, enquanto no Brasil o número foi de 1502.

Apesar de visar todos os setores, em 2023 os mais visados foram os setores de Varejo e de Saúde. O estudo aponta como fatores para esta predileção a presença de grande quantidade de dados de consumidor e operações altamente conectadas e digitalizadas nestes dois setores. 

 

Entendendo os diferentes tipos de ataques de ransomware

Existem diferentes tipos de ataques de ransomware, com diferentes consequências para as operações das empresas. Conheça a seguir. 

Ransomware Criptográfico 

O ransomware criptográfico é o mais comum, no qual arquivos como documentos, imagens e vídeos são criptografados e só podem ser desbloqueados com uma chave que é fornecida após o pagamento do resgate. Neste tipo de ransomware não há bloqueio às funções básicas do computador, ou seja, os usuários podem 

Ransomware de bloqueio

Já o ransomware de bloqueio impede o acesso ao sistema operacional ou a determinados aplicativos e funções do computador, exigindo o pagamento para liberar o acesso.

Double Extortion

Outro tipo de ransomware que tem ganhado popularidade é o ransomware de vazamento de dados, que aqui na Tempest ganhou o nome de Double Extortion. Nesse caso, os criminosos roubam dados confidenciais da empresa antes de criptografá-los, ameaçando divulgá-los caso o resgate não seja pago. Essa nova abordagem aumenta ainda mais a pressão sobre as empresas, já que a perda de dados sensíveis pode ter consequências legais e financeiras graves.

 

O que fez o ransomware crescer como ameaça

O ransomware tem se tornado uma ameaça cada vez mais presente no cenário digital. Isso se deve, em parte, à crescente sofisticação dos ataques e à facilidade com que os criminosos podem obter ferramentas e recursos para realizar seus ataques. Além disso, a pandemia de COVID-19 também contribuiu para o aumento dos ataques de ransomware, uma vez que muitas empresas adotaram o trabalho remoto e podem não ter a mesma segurança em seus sistemas.

O crescente uso de criptomoedas, como o Bitcoin, também facilitou o pagamento dos resgates exigidos pelos criminosos. O anonimato oferecido por essas moedas digitais torna mais difícil rastrear os pagamentos e identificar os responsáveis pelos ataques. Tudo isso contribui para a escalada do ransomware como uma ameaça significativa para as empresas.

Somado a tudo isso está a crescente “profissionalização” do cibercrime, com grupos especializados em fornecer, mediante pagamento, ferramentas para este tipo de ameaça, facilitando seu acesso a criminosos que não precisam mais possuir expertise técnica para realizar ataques.

 

Ações fundamentais para se proteger contra o ransomware 

 

Implementação de uma abordagem de segurança em várias camadas para a proteção de endpoints

Para fortalecer a defesa contra ataques de ransomware, é fundamental implementar uma abordagem de segurança em várias camadas. Isso significa adotar uma combinação de medidas preventivas e reativas para proteger principalmente (mas não apenas) os endpoints, que são os dispositivos usados pelos usuários finais.

A primeira camada de segurança deve ser uma boa solução antivírus que possa detectar e bloquear a maioria das variantes de ransomware. Além disso, é importante manter os sistemas operacionais e aplicativos atualizados para corrigir quaisquer vulnerabilidades conhecidas.

Outra camada de segurança essencial é a implementação de firewalls e sistemas de detecção de intrusões para monitorar o tráfego de rede e identificar atividades suspeitas. Essas ferramentas podem ajudar a bloquear o ransomware antes que ele chegue aos endpoints.

Por fim, é importante implementar uma solução de backup e recuperação de dados confiável. Isso permitirá que as empresas restaurem seus sistemas e arquivos em caso de um ataque de ransomware bem-sucedido, evitando assim a necessidade de pagar o resgate.

Outras soluções mais robustas — mas não necessariamente inacessíveis — incluem as ferramentas de XDR, que coletam e correlacionam dados de diferentes camadas de segurança e potencializam o trabalho dos times de segurança no que se refere à análise de ameaças.

 

Educar os funcionários sobre conscientização e prevenção de ransomware

Uma das principais formas de fortalecer a defesa cibernética contra ransomware é educar os funcionários sobre conscientização e prevenção. Muitos ataques de ransomware são bem-sucedidos devido a erros humanos, como clicar em links maliciosos ou abrir anexos de e-mails suspeitos.

Portanto, é essencial fornecer treinamento adequado aos funcionários para que eles possam reconhecer e evitar essas ameaças. Isso inclui ensinar boas práticas de segurança cibernética, como nunca clicar em links desconhecidos ou baixar arquivos de fontes não confiáveis. Além disso, é importante enfatizar a importância de relatar qualquer atividade suspeita à equipe de segurança da empresa.

 

Recuperando-se de um ataque de ransomware: etapas a seguir e estratégias de backup de dados

Mesmo com todas as medidas preventivas, é possível que uma empresa seja vítima de um ataque de ransomware. Nesse caso, é crucial ter um plano de recuperação eficaz para minimizar o impacto do ataque.

A primeira etapa é isolar os sistemas infectados para evitar que o ransomware se espalhe para outros dispositivos. Em seguida, é importante notificar as autoridades competentes e relatar o incidente aos especialistas em segurança cibernética.

Depois disso, é necessário avaliar os danos causados pelo ataque e determinar se é viável pagar o resgate ou restaurar os sistemas a partir de um backup confiável. No entanto, é importante lembrar que pagar o resgate não garante a recuperação dos arquivos e, muitas vezes, incentiva os criminosos a continuar realizando ataques.

Portanto, a estratégia mais eficaz é ter backups regulares de todos os dados importantes e armazená-los em um local seguro e offline. Isso permitirá que a empresa restaure seus sistemas e arquivos sem a necessidade de pagar o resgate.

 

O papel das soluções de cibersegurança na defesa contra ataques de ransomware

As soluções de cibersegurança desempenham um papel fundamental na defesa contra ataques de ransomware. Elas podem ajudar a detectar e bloquear ameaças em tempo real, bem como fornecer recursos avançados de proteção contra ransomware.

Uma solução eficaz deve incluir recursos como detecção heurística, que permite identificar ransomware com base em seu comportamento, mesmo que seja uma variante desconhecida. Além disso, é importante que a solução possua capacidades de isolamento de ameaças, para evitar que o ransomware se espalhe para outros sistemas.

Outro recurso importante é a capacidade de monitorar o tráfego de rede em busca de padrões suspeitos e atividades maliciosas. Isso pode ajudar a identificar e bloquear ataques de ransomware antes que eles tenham a chance de criptografar os arquivos.

 

A importância de medidas proativas na proteção contra ameaças de ransomware

Em um mundo digital cada vez mais vulnerável, o ransomware se tornou uma ameaça crescente para empresas de todos os setores. Para fortalecer a defesa cibernética e proteger-se contra esses ataques, é essencial adotar uma abordagem de segurança em várias camadas, educar os funcionários sobre conscientização e prevenção, e utilizar soluções de cibersegurança avançadas.

Além disso, é fundamental ter um plano de recuperação eficaz em caso de um ataque de ransomware bem-sucedido. A implementação de estratégias de backup de dados e a manutenção de cópias seguras em locais offline são essenciais para minimizar o impacto de um ataque e evitar a necessidade de pagar resgates.

Em última análise, a proteção contra ransomware requer uma abordagem proativa e contínua. Ameaças cibernéticas estão em constante evolução, e as empresas devem estar preparadas para se adaptar e fortalecer suas defesas. Somente dessa forma poderão proteger seus dados, sistemas e a continuidade de seus negócios.

 


POSTS RELACIONADOS

4G e Inteligência Artificial são as fronteiras de mudança tecnológica nos próximos três anos, aponta estudo da Tempest

4G e Inteligência Artificial são as fronteiras de mudança tecnológica nos próximos três anos, aponta estudo da Tempest

A importância da aplicação do Gerenciamento de Vulnerabilidades e Conformidades na proteção dos negócios

A importância da aplicação do Gerenciamento de Vulnerabilidades e Conformidades na proteção dos negócios

Ameaças cibernéticas de 2021 e tendências para 2022 foram tema da primeira edição do Tempest Live Sessions deste ano. Assista!

Ameaças cibernéticas de 2021 e tendências para 2022 foram tema da primeira edição do Tempest Live Sessions deste ano. Assista!